Archive for maio \29\UTC 2008

energias

maio 29, 2008

novos testes, agora com uma laser pointer.

mãos no violão

maio 26, 2008

testes fotograficos com grande tempo de exposição (10 segundos) e uma lanterninha.

já tinha feito umas coisas parecidas um tempo atrás, e conseguimos ate fazer uns sabres de luz.

depois de ver umas fotos muito bacanas ontem no quelque chose, fiquei com vontade de testar mais. coincidentemente, meu pai comprou uns isqueiros-lanternas hoje.

mais testes no meu flickr

___________________

ps.: acabei de ficar sabendo que o picasso ja fazia isso, quase um seculo atras! chamou de light graffiti. se der um google aparece varias coisas!

links amigos

maio 21, 2008

bom, ainda sou um novato neste mundo bloguístico, então to começando a me inteirar agora.

queria comunicar e divulgar que estendi a minha lista de links ao lado. tava um lance meio narcisista/nepotista, pois só tinha links meus e do meu irmão. agora já tem de uns amigos.

tem o blog do gia, que é aquele dos balões, coletivo artístico soteropolitano. lá voce pode conferir as ultimas peripécias da patota.

também o quelque chose, que é um blog que fala meio de tudo, como o próprio nome diz, com um ponto de vista bastante critico e curioso. simpatizei com eles, ando acompanhando.

e o eu faço em casa, versão tupiniquim do do it yourself. ainda em fase inicial, pretende ter um pouquinho de tudo, desde que feito em casa, óbvio.

e só pra constar, o gil brog, que é do meu irmão. ilustrador profissional e aspirante a músico e fotógrafo.

no fim, cada um deles tem a ver com um pouco do que eu gosto e posto aqui.

artes urbanas

maio 19, 2008

duas amostras de artes encontradas pela cidade

a primeira é uma intervenção muito simpática num hidrante da avenida paulista, perto da consolação. nota-se a calçada nova. achei bem legal por que fixa uma coisa efêmera, e a mesmo tempo chama a atenção para o movimento solar, algo tão cotidiano e essencial.

a segunda é uma obra em andamento (não sei se ja esta pronta) no centro cultural são paulo. três grafiteiros estão desenhando no vidro que fecha a área da biblioteca. parece que havrão outros desenhos do genero em outros espaços do edificio.

veja mais no meu flickr. interessante que eu estava justamente pesquisando fechamentos em vidro com pinturas ou desenhos, como na estacao sumare do metro, e tambem vitrais. mais uma referencia.

a velha a fiar

maio 13, 2008

curta metragem brasileiro dirigido por humberto mauro, em 1964. música executada pelo trio irakitã.

uma verdadeira pérola cinematografica.

segundo a descrição no youtube, “O filme é considerado o primeiro videoclipe brasileiro, e um dos primeiros do mundo.
e realmente, veio antes dos videos promocionais dos beatles, considerados a invenção do video clipe. antes disso existiam apenas os filmes musicais, longas-metragens com cenas musicais, e não filmes em função de uma musica.

recomenda-se depois assistir ao video relacionado “a drag a gozar”.

giabahia: balões na paulista

maio 8, 2008

trabalho realizado pelo gia (grupo de interferência ambiental) na fiat mostra brasil, em 2006.
eu ia por um link, mas parece que o site já expirou.

eu tive a honra de clicar este momento, que também já aconteceu em salvador, recife, rio de janeiro, e sabe-se lá mais onde…

mais informações: www.giabahia.blogspot.com

ah, já ia me esquecendo!

quem quiser saber mais, e for de sp, pode conferir o trabalho deles na mariantonia. ate 1 de junho.

ps.: minha foto foi pro site da mariantonia!
http://mariantonia.locaweb.com.br/expo/2008/mar/expo_e3.htm

muito malandro

maio 6, 2008

graças à ajuda do software microsoft word, estou conseguindo escrever meu texto.

não sei o que eu faria sem as dicas que ele me dá.

esse grifadinho verde foi a melhor coisa que já criaram, as sugestões são geniais.

leia com açentão

maio 2, 2008

lrivo de reicetas

1 laita de lete consendado
1 patoce de ganrulado
3 corelhes pe acocholatado em dó

una mimima macuchou o dedo quando arbia 1 laita de lete consendado pa fazrer um bigadreiro
cocolou um curavito e conhizou o leide contensado com cocholate

e fez bonhilas mutias bonilhas de cholocate

cocolou tanto ganurlado ganrulado ganurulado gralunado
que o bigadreiro virou brigradreiro