Archive for novembro \27\UTC 2009

si foi-se

novembro 27, 2009

o meu bichinho se foi. gostava dele, tinha muita história. tentei fazer ele durar, pra aproveitar ao máximo, num tipo de “sustentabilidade”, pra ser “ecologicamente correto”, contrariando o consumismo em voga. mas tudo acaba um dia. espero que ele esteja bem, onde estiver.

Anúncios

sketching in the rain – o retorno

novembro 21, 2009

hoje participei pela segunda vez de um sketchcrawl (teve também um post da primeira vez). dessa vez foi no parque do ipiranga.

foi um dia muito mais bonito que da outra vez (que choveu intensamente), o que possibilitou cerca de 100 participantes. mas eu cheguei já no meio da tarde, não tinha mais tanta gente, e já começava a chover. por causa da chuva acabamos ficando mais pelo museu.

fiquei mais satisfeito com os resultados dessa vez, já não to mais tão enferrujado. mas ainda sou um pouco preguiçoso pra fazer um acabamento decente, acabo optando por um esboço espacial.

separei os melhorezinhos aqui, mas se alguém quiser ver mais desenhos meus tem no flickr.

ps.: “in the rain” por que, das 5 edições paulistanas, 2 choveram. curiosamente as duas em que eu estive. acho que sou pé frio. ou pé molhado.

diz que fui por aí: pinacotecas

novembro 20, 2009

alguns museus de são paulo se dividem fisicamente. uma vez fui numa galeria em baixo do viaduto do chá, acessada por uma escadaria no meio da praça do patriarca (onde hoje tem a casquinha do paulo mendes, na época não tinha). a placa dizia: masp. aquele mesmo, vermelhinho, da avenida paulista.

outro que se dividiu em dois foi a pinacoteca, onde estive essa semana. a principal fica naquele predio no parque da luz, consagrado em sua forma interminada, mas há poucos anos absorveu o edificio do antigo dops, nas proximidades.

o edificio, originalmente pertencente à ferrovia, abrigou o principal órgão de repressão da ditadura militar, o departamento de ordem politica e social (dops, criado pelo vargas, durou até o inicio dos anos 90, mas mudou de nome algumas vezes). em 2008 foi montado o memorial da resistencia, contando a história das ditaduras e das pessoas que por ali passaram.

o memorial foi montado com muito cuidado: videos e material multimidia muito bem feitos (sem exageros do tipo museu da lingua), um grande mural com linha do tempo, etc.  tudo isso muito bem casado com o espaço, que eram as proprias celas do prisioneiros. merecem destaque especialmente o corredor onde os prisioneiros iam tomar sol, e a ultima cela, com depoimentos de prisioneiros gravados em áudio.

mas o que considero mais importante é o conteúdo exposto, o fato de expor sem pudores o que foi de fato a repressão, a prisão e a tortura por motivos políticos (muitas vezes não comprovados). registrar e recordar esses fatos é um meio de evitar que voltem a acontecer.

só pra divertir um pouco (por que, apesar de ter gostado muitissimo, confesso que saí um pouco triste de lá), um vídeo. é uma instalação do artista alex flemming chamada “sistema uniplanetario”, no octágono da pinacoteca (a matriz).

erar e umano

novembro 14, 2009

errar é inevitável. o segredo é conseguir torna-los tão pequenos a ponto de não comprometer a totalidade.

jazz

novembro 9, 2009

hobsbawm_loredano

“hoje se reconhece que o jazz é algo sobre o que a pessoa bem-informada precisa saber o bastante para poder disfarçar sua ignorância”
Francis Newton, História Social do Jazz

novembro 6, 2009


Visitor Map
Create your own visitor map!

acerca da fotografia

novembro 4, 2009

pastafotos

“A fotografia completou o processo de transformar a imagem em mercadoria abundante e barata mas, ironicamente, essa abundancia toda acabou por esvaziar as imagens de uma parte do seu poder simbólico tradicional, (…) o esvaziamento de sentido não pela sua supressão mas pela sua propagação ilimitada.”

Rafael Cardoso, Uma Introdução à História do Design. 2004