Posts Tagged ‘construção’

miniprotesto

novembro 23, 2010

eis que um protesto brincadeira acabou saindo mais eficaz que o planejado.

eram dois pregos grandes saltando pra fora de uma tábua do tapume de uma obra, no meio do caminho (afinal eles tomam metade da calçada) e numa altura machucável (um na altura do rosto, outro na altura da coxa).

com o intuito de no mínimo sinalizar aos desavisados, e também pra demonstrar o descontentamento, confeccionei dois adesivos-bandeira, que até ornaram com a cor do tapume.

colei-os pela manhã, na minha caminhada cotidiana para o trabalho. voltando pra casa no fim da tarde esperava encontrar os pregos sem a bandeiras, mas encontrei foi o tapume sem os pregos! melhor que a encomenda!

Anúncios

oela

maio 25, 2009

oficina escola de luthieria da amazônia

oela1

trata-se de uma organização não governamental que já tem mais de dez anos, e ensina crianças da periferia de Manaus a construir instrumentos acústicos de corda (violão, cavaquinho, etc). pra saber mais detalhes sobre o projeto, visitem o site oficial da oela.

oela2

nas ultimas férias estivemos em Manaus, e decidi visitar essa escola. Com ajuda de um amigo que mora lá e que já conhecia o local, que fica num bairro afastado do centro. Foi um bom motivo pra sair do circuito turistico da cidade e conhecer um pouco mais dos arredores da cidade também.

oela3

apesar de termos passado um pouco rápido por lá (fomos sem agendar visita, acabamos interrompendo o almoço do pessoal, que mancada!), deu pra conferir um pouco do trabalho que eles fazem. mais do que isso, deu pra sentir a seriedade do trabalho.

oela4

o projeto ensina aos jovens não apenas um oficio, o artesanato com a madeira, a construção de instrumentos, o uso das madeiras amazonicas; mas tambem ensina informatica, exige a assiduidade escolar, e da perspectivas de futuro. quando participam de algum evento ou solenidade, quem representa o projeto são alunos que já concluíram o curso, mostrando o resultado na própria pessoa formada.

oela5

arte e autoria

agosto 23, 2008

depois de algum tempo sem passar por lá, estive na cidade universitária da usp, no butantã. ao descer do onibus, me deparei com uma obra de arte em construção, no jardim da fea.

achei muito interessante ver o momento da execução, é uma coisa que eu nunca tinha visto. a gente tá acostumado a ver a escultura pronta, aquele traço expressivo, aquelas cores e tudo mais, e nunca vê a hora da sua concretização.

no caso da tomie ohtake, autora desta obra, mais ainda, pois suas esculturas são sempre muito gestuais, muito autógrafas. como fica isso? ela faz aquele gesto único, mas é necessário uns 20 peões pra passar aquilo pruma peça de aço.
já pensou se o da vinci tivesse uma equipe pra passar uma passar um quadro dele a limpo?

o mesmo problema ocorre na arquitetura. porém, a divulgação das obras na arquitetura ainda ocorre. na escultura é raro. com raras exceções, não é o tipo de coisa que se fotografa e publica. por ai.
no jornal do campus da usp saiu uma foto da obra em construção, avisando que em breve ela seria inaugurada. mas a foto foi tirada no fim do dia, quando não havia ninguem trabalhando, apenas a obra inacabada e seus andaimes.

claro que foi a tomie quem idealizou o troço. mas sem uma equipe ela não botaria uma chapa metálica de pé, muito menos curva. e no fim, quem é o autor?